Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desde 1 de Janeiro de 2008.

iamcarmen

Desde 1 de Janeiro de 2008.

Inocente VS Playboy - Capitulo 3

por iamcarmen, em 20.04.14

 

 

Os dias iam passando demasiado devagar no entender da irmã de Tom, Bill fizera-a alvo principal, portanto para alunos de Universidade eles conseguiam ser bem maldosos, estúpidos e infantis ao mesmo tempo; Jane não conseguia recuperar de todos os problemas que o moreno chefe de grupo lhe causava e ordenada aos amigos e colegas.

- Vou embora daqui. – anunciou triste

 - Enlouqueceste agora? – Gabi perguntou num resmungo - Queres sair da Universidade por causa daquela gente? – quase lhe gritou – É isso que aquele palhaço do Bill quer. – passou a apontar o seu dedo indicador direito à sua melhor – Nem te atrevas a dar parte fraca aquela gente. – advertiu-a.

- É demasiado para aguentar Gabi. – desesperou – Eles estão por todo o lado, eu escondo-me, fujo e tudo mais mas não consigo evitar toda a gente. Multiplicaram o grupo, só pôde! – desesperou para a amiga.

- Só terás que ignorá-los. – concluiu. Então pelo arco principal daquela salão de convívio, Bill e o seu grupo entrou, confiante e sempre a marcar presença a cada passo que dá.

- Ora, ora… “menina de cristal” a chorar de novo? Soube da tua actuação de pobre sofrida na casa de banho. Patética como sempre. – Bill dirigiu-se a Jane. Gabi começou a ficar possessa de raiva, odiava aquela moreno e só desejava que Tom o apanhasse bem em conta.

 - Coitadinha da criança – Tina zombou e inclusive passou a mão pelo braço de Jane como se a reconfortasse e no final gargalhou com histerismo. Jane encolheu-se e tentou pensar numa “fuga” da sala de convívio.

- Com medo de tropeçar nos próprios pés, menina de cristal? – Miguel questionou-lhe com um sorriso gozão quando Jane baixara seu olhar.

- Estão a abusar. – Gabi avisou-os

- A salvadora falou. – Bill brincou – Vais bater-me? – incentivou a rapariga. Gabi elevou sua mão, pronta a acatar o desafio daquele idiota moreno mas Bill agarrou-lhe o pulso e pressionou a sua mão neste, magoado a jovem – Seu desgraçado! – ela gritou e ao mesmo tempo fechava um olho, pois ela estava realmente a ser magoada pelo outro.

- Não me ias bater? Não vejo esforço de tal? – o moreno brincou

Bill estava a magoar Gabi cada vez mais através do pulso desta...Jane levantou-se e tentou soltar a amiga e ao mesmo tempo o rapaz mandou-lhe um empurrão violento e a “menina de cristal” embateu secamente no chão, desmaiando logo de seguida.

- Sheisse! – Miguel gritou surpreso e recuou, afastando-se do corpo de Jane, inanimada no chão.

- E mataste-la. – Fabian, um novo elemento do grupo de amigos de Bill falou divertido. Era tudo uma piada para aquele grupo.

Como que se tivesse queimado com a pele de Gabi, Bill soltou-lhe o pulso e aproximou-se de Jane, confirmando que esta havia realmente desmaiado com o seu violento empurrão.

- Mandarei flores. Fui. – Tina logo anunciou nervosa por alunos deveriam ter já chamado os auxiliares da Universidade.

-Volta aqui sua puta! – Bill tentou ordenar-lhe mas de Tina apenas recebeu um breve olhar e viu-a fugir assim que um auxiliar e segurança entravam na sala.

- Arranjaste-la bonita, não é mesmo Bill Kauitz. – o segurança comentou enquanto pousava sua pesada mão sobre o ombro do rapaz, garantindo que este não iria fugir e olhava o auxiliar a tentar acordar Jane – Qual a desculpa hoje? – sussurrou-lhe

Enquanto Jane fora levada para a enfermaria assim como Gabi, Bill fora levado para a reitoria da Universidade.

 - Sabe Bill, graças á sua fama muitos dos seus colegas mantiveram o silêncio quanto ao sucedido… mas igualmente houve aqueles que disseram tudo tal qual como aconteceu. Achei peculiarmente interessante a quantidade deles que falou e se sentiu feliz o acontecido, não pela colega que você agrediu mas pelo facto de finalmente você ter sido…apanhado. – o reitor falou com alguma calma na sua voz e ele mesmo parecia feliz com o acontecimento. O velho Homem olhava Bill por cima das lentes dos óculos, enquanto mantinha as mãos unidas e pareciam decidido.

- Foi um acidente. – foi a defesa do rapaz.

 - Francamente, já estou farto das suas agressividades, confusões e ofensas aos colegas....fazemos assim...vai junto da sua colega Jane, pede-lhe perdão e depois dedica-se á sua nova tarefa todos os santos dias da semana. – anunciou – Não tem como escapar. – suspirou – Inclusive à pequenos vídeos de telemóvel que testemunham o seu acto.

- Tarefa? – o aluno balbuciou

- Sim. Dou-lhe as boas vindas á tarefa de rapaz das limpezas, por duas semanas. E claro a partir de hoje será obrigado a comparecer a todas as aulas, elevar em um ponto e meio todas as suas notas e caso não se verifique…seus pais receberão a sua expulsão daqui. – o Reitor falou.

- O quê!? – gritou irritado – Não tem o dire… - o olhar frio do velho homem fê-lo acalmar. Bill levantou-se e caminho para fora do escritório

 - Todos os dias, depois das aulas...vejo-o nas limpezas Bill Kaulitz.

 

Ao entrar na sala todos se calaram, mandou a mochila para cima da sua habitual mesa e esperou até ver Jane a entrar. Jane surgiu por fim; Ela sentou-se duas filas á frente dele...ele levantou-se contrariado e acabou por se sentar ao lado dela e foi observado por esta com uma calma extrema.

- Eu...peço desculpa...por causa da cena aquela... - evitava olhar para ela

- Sim, ok. Tudo bem. – respondeu fugazmente e só ela podia sentir o pânico a se apoderar de si.

- Hum… - franziu o sobrolho – quê? – sentiu-se demasiado surpreendido com a atitude da rapariga.

 - Estás desculpado. – explicou-lhe e sorriu, como o conseguira ou porque o fazia, Jane não sabia mas agora era assim.

 - amh…acho que a queda foi mais grave do que imaginei. – disse ainda surpreendido. Ela riu-se, coisa que era rara, abanou a cabeça negativamente e olhou-o por fim.

- Não sabes ser algo que não gozão, brusco e da má espécie, não é? – suspirou – A aula vai começar…Bill. – terminou de dizer. O rapaz olhava-a ainda demasiado surpreendido e pela primeira vez não tinha para dizer, portanto ele elevou-se e regressou ao seu lugar.

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D